Reinaldo marca de pênalti no fim, e São Paulo empata com Juventude fora de casa na Copa do Brasil

O São Paulo empatou com o Juventude por 2 a 2, na noite desta quarta-feira (20), no Alfredo Jaconi e deixou o confronto em aberto pela terceira fase da Copa do Brasil. Os paraguaios Pitta e Óscar Ruíz marcaram para o clube gaúcho, enquanto Arboleda e Reinaldo empataram para o Tricolor. 

Agora, quem vencer no jogo de volta, que acontecerá no dia 12 de maio, no Morumbi, passa de fase. Caso uma das equipes vença, se classificará.

JOGO COMEÇA COM SÃO PAULO CRIANDO CHANCES
​​A partida iniciou com o São Paulo buscando mais o ataque e tendo boas oportunidades. A primeira foi logo aos três minutos. Alisson aproveitou sobra de bola na área, bateu de primeira, mas a bola subiu e foi por cima da meta do Juventude. 

Cinco minutos depois, aos oito, mais uma finalização de Alisson. Após boa tabela no meio-campo, a bola chegou para o meio-campista, que bateu de primeira para a defesa de César. 

JUVENTUDE MELHORA E ABRE O PLACAR COM PITTA
Conforme a primeira etapa ia acontecendo, a equipe da casa ia melhorando e conseguindo boas oportunidades. Aos 15, Jadson limpou a marcação e arriscou de fora da área. A bola passou ao lado de Jandrei e foi direto para a linha de fundo. Dois minutos depois, Moccelin bateu cruzado, mas a bola foi para fora. 

Até que aos 24 o Juventude abriu o marcador. Após boa jogada, William Matheus ajeitou de cabeça para Pitta, que também de cabeça, tocou na saída de Jandrei para colocar o time da casa na frente do placar. 

SÃO PAULO NÃO REAGE E JUVENTUDE AMPLIA COM GOLAÇO
O São Paulo continuava tendo dificuldades e não assustava a meta de César. Sendo assim, o Juventude tomou as rédeas da partida e ampliou com um golaço. Aos 33, Óscar Ruíz recebeu bola de Pitta no meio de campo, carregou sem marcação e arriscou a finalização de longe. A bola foi no ângulo, sem chances para Jandrei.

O jogo até o intervalo seguiu na mesma situação, com o Juventude arriscando mais jogadas ofensivas, enquanto o São Paulo tinha dificuldades de armar no ataque. 

ARBOLEDA DIMINUI PARA O SÃO PAULO APÓS O INTERVALO
​A etapa final começou com o São Paulo já diminuindo o marcador. Aos dois minutos, Arboleda completou escanteio cobrado por Reinaldo e de cabeça, diminuiu o placar. 

Com dez minutos, o Juventude tentou  assustar em cobrança de falta. Pitta bateu a cobrança com força, mas bola subiu demais e saiu pela linha de fundo. Aos 18, o Juventude marcou com Rafael Forster após cruzamento, mas o defensor estava impedido e o gol foi anulado. 

SÃO PAULO PRESSIONA E CRIA BOAS CHANCES
Buscando o empate, o Tricolor procurou chegar mais ao ataque. Aos 31, Calleri recebeu cruzamento na primeira trave, desviou e a bola passou muito perto do gol de César. Um minuto depois, André Anderson arriscou finalização de fora da área, a bola desviou e quase entrou.

REINALDO MARCA DE PÊNALTI NOS ACRÉSCIMOS E EMPATA; JUVENTUDE PERDE GRANDE CHANCE
Quando o jogo parecia que ia terminar com a vitória do Juventude, a bola bateu na mão de Paulinho Moccelin na área, aos 46 minutos. Pênalti que Reinaldo bateu, deslocando o goleiro César e empatando a partida. 

Ainda deu tempo de, aos 52, Paulinho Moccelin receber sem goleiro e bater por cima do gol de Jandrei.

JUVENTUDE 2 X 2 SÃO PAULO
Local: 
Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)
Data/Horário: 20/04/2022, às 19h30
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ)
Assistentes: Daniel do Espirito Santo Parro (RJ) e Thiago Rosa de Oliveira (RJ)
Cartões amarelos: Luciano, Reinaldo, Arboleda (SAO), Vitor Mendes, Guilherme Parede, William Matheus (JUV)
Cartões vermelhos:
Gols: Pitta (24’/1ºT) (1-0), Óscar Ruíz (33’/1ºT) (2-0), Arboleda (02’/2ºT) (2-1), Reinaldo (47’/2ºT) (2-2)

JUVENTUDE
César; Rodrigo Soares (Rômulo, aos 42’/2ºT), Vitor Mendes, Rafael Forster e William Matheus; Yuri, Jadson e Óscar Ruiz (Edinho, aos 22’/2ºT) (Guilherme Parede, aos 28’/2ºT; Capixaba (Jean, aos 27’/2ºT), Paulinho Moccelin e Isidro Pitta (Vitor Gabriel, aos 42’/2ºT). Técnico: Eduardo Baptista.

SÃO PAULO
Jandrei, Igor Vinícius (Moreira, aos 20’/2ºT), Miranda, Arboleda e Reinaldo; Pablo Maia, Talles Costa (Nikão/Intervalo), Gabriel Sara (Rodrigo Nestor/Intervalo) e Alisson (Patrick, aos 31’/2ºT); Luciano (André Anderson/Intervalo) e Calleri. Técnico: Rogério Ceni.

Reinaldo marca de pênalti no fim, e São Paulo empata com Juventude fora de casa na Copa do Brasil

O São Paulo empatou com o Juventude por 2 a 2, na noite desta quarta-feira (20), no Alfredo Jaconi e deixou o confronto em aberto pela terceira fase da Copa do Brasil. Os paraguaios Pitta e Óscar Ruíz marcaram para o clube gaúcho, enquanto Arboleda e Reinaldo empataram para o Tricolor. 

Agora, quem vencer no jogo de volta, que acontecerá no dia 12 de maio, no Morumbi, passa de fase. Caso uma das equipes vença, se classificará.

JOGO COMEÇA COM SÃO PAULO CRIANDO CHANCES
​​A partida iniciou com o São Paulo buscando mais o ataque e tendo boas oportunidades. A primeira foi logo aos três minutos. Alisson aproveitou sobra de bola na área, bateu de primeira, mas a bola subiu e foi por cima da meta do Juventude. 

Cinco minutos depois, aos oito, mais uma finalização de Alisson. Após boa tabela no meio-campo, a bola chegou para o meio-campista, que bateu de primeira para a defesa de César. 

JUVENTUDE MELHORA E ABRE O PLACAR COM PITTA
Conforme a primeira etapa ia acontecendo, a equipe da casa ia melhorando e conseguindo boas oportunidades. Aos 15, Jadson limpou a marcação e arriscou de fora da área. A bola passou ao lado de Jandrei e foi direto para a linha de fundo. Dois minutos depois, Moccelin bateu cruzado, mas a bola foi para fora. 

Até que aos 24 o Juventude abriu o marcador. Após boa jogada, William Matheus ajeitou de cabeça para Pitta, que também de cabeça, tocou na saída de Jandrei para colocar o time da casa na frente do placar. 

SÃO PAULO NÃO REAGE E JUVENTUDE AMPLIA COM GOLAÇO
O São Paulo continuava tendo dificuldades e não assustava a meta de César. Sendo assim, o Juventude tomou as rédeas da partida e ampliou com um golaço. Aos 33, Óscar Ruíz recebeu bola de Pitta no meio de campo, carregou sem marcação e arriscou a finalização de longe. A bola foi no ângulo, sem chances para Jandrei.

O jogo até o intervalo seguiu na mesma situação, com o Juventude arriscando mais jogadas ofensivas, enquanto o São Paulo tinha dificuldades de armar no ataque. 

ARBOLEDA DIMINUI PARA O SÃO PAULO APÓS O INTERVALO
​A etapa final começou com o São Paulo já diminuindo o marcador. Aos dois minutos, Arboleda completou escanteio cobrado por Reinaldo e de cabeça, diminuiu o placar. 

Com dez minutos, o Juventude tentou  assustar em cobrança de falta. Pitta bateu a cobrança com força, mas bola subiu demais e saiu pela linha de fundo. Aos 18, o Juventude marcou com Rafael Forster após cruzamento, mas o defensor estava impedido e o gol foi anulado. 

SÃO PAULO PRESSIONA E CRIA BOAS CHANCES
Buscando o empate, o Tricolor procurou chegar mais ao ataque. Aos 31, Calleri recebeu cruzamento na primeira trave, desviou e a bola passou muito perto do gol de César. Um minuto depois, André Anderson arriscou finalização de fora da área, a bola desviou e quase entrou.

REINALDO MARCA DE PÊNALTI NOS ACRÉSCIMOS E EMPATA; JUVENTUDE PERDE GRANDE CHANCE
Quando o jogo parecia que ia terminar com a vitória do Juventude, a bola bateu na mão de Paulinho Moccelin na área, aos 46 minutos. Pênalti que Reinaldo bateu, deslocando o goleiro César e empatando a partida. 

Ainda deu tempo de, aos 52, Paulinho Moccelin receber sem goleiro e bater por cima do gol de Jandrei.

JUVENTUDE 2 X 2 SÃO PAULO
Local: 
Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)
Data/Horário: 20/04/2022, às 19h30
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ)
Assistentes: Daniel do Espirito Santo Parro (RJ) e Thiago Rosa de Oliveira (RJ)
Cartões amarelos: Luciano, Reinaldo, Arboleda (SAO), Vitor Mendes, Guilherme Parede, William Matheus (JUV)
Cartões vermelhos:
Gols: Pitta (24’/1ºT) (1-0), Óscar Ruíz (33’/1ºT) (2-0), Arboleda (02’/2ºT) (2-1), Reinaldo (47’/2ºT) (2-2)

JUVENTUDE
César; Rodrigo Soares (Rômulo, aos 42’/2ºT), Vitor Mendes, Rafael Forster e William Matheus; Yuri, Jadson e Óscar Ruiz (Edinho, aos 22’/2ºT) (Guilherme Parede, aos 28’/2ºT; Capixaba (Jean, aos 27’/2ºT), Paulinho Moccelin e Isidro Pitta (Vitor Gabriel, aos 42’/2ºT). Técnico: Eduardo Baptista.

SÃO PAULO
Jandrei, Igor Vinícius (Moreira, aos 20’/2ºT), Miranda, Arboleda e Reinaldo; Pablo Maia, Talles Costa (Nikão/Intervalo), Gabriel Sara (Rodrigo Nestor/Intervalo) e Alisson (Patrick, aos 31’/2ºT); Luciano (André Anderson/Intervalo) e Calleri. Técnico: Rogério Ceni.

Gostou da matéria? Siga @playvoxbr no Instagram para ver mais conteúdos CLICANDO AQUI

COMENTÁRIOS

COMPARTILHE

Matéria Anterior
Sasha faz 3, e Atlético-MG vence Brasiliense na estreia na Copa do Brasil
Próxima Matéria
Membros de torcida organizada protestam contra o time do Vasco no embarque para Santa Catarina

+ NOTÍCIAS DE ESPORTES

Gostou da matéria? Siga @playvoxbr no Instagram para ver mais conteúdos CLICANDO AQUI

COMENTÁRIOS

COMPARTILHE

Matéria Anterior
Sasha faz 3, e Atlético-MG vence Brasiliense na estreia na Copa do Brasil
Próxima Matéria
Membros de torcida organizada protestam contra o time do Vasco no embarque para Santa Catarina

+ NOTÍCIAS DE ESPORTES

Menu
error: Content is protected !!