Palmeiras marca com Rony nos acréscimos e empata com o Goiás

A boa exibição do goleiro Tadeu, a incompetência nas finalizações e a falta de criatividade impediram que o Palmeiras vencesse seu primeiro jogo no Brasileirão. O time de Abel Ferreira, ao menos, evitou mais um revés ao encontrar seu gol contra o Goiás quase no último lance da partida e empatou por 1 a 1. Na abertura da segunda rodada do torneio neste sábado, os goianos marcaram com Caio Vinícius e o time paulista empatou com Rony aos 51 minutos da segunda etapa.

Derrotado pelo Ceará na estreia, o Palmeiras soma seu primeiro ponto no Brasileirão. Na Serrinha, o time paulista desperdiçou oportunidades no primeiro tempo, ficou nervoso com o ferrolho defensivo dos goianos, mas insistiu até achar ao menos o empate. O Goiás também somou seu primeiro ponto, já que havia sido superado pelo Coritiba na rodada inaugural.

O goleiro Tadeu, inspirado especialmente na primeira etapa, foi um dos protagonistas da partida em Goiânia. Pelo Palmeiras, alguns atletas demonstraram cansaço. Outros produziram menos do que estão acostumados. A equipe, mal na criação, abusou das bolas alçadas à área sem efetividade no segundo tempo, mas tentou de tudo até balançar as redes. No gol que levou, o time paulista reclamou de falta em Weverton.

O Palmeiras fez em Goiânia o seu primeiro jogo longe de casa em um período que vai durar 17 dias. Serão mais cinco partidas fora do Allianz Parque, que receberá shows e impedirá que o time mande dois de seus próximos jogos lá.

A maratona segue com duas pedreiras: o Flamengo, quarta, no Maracanã, e o dérbi com o Corinthians, sábado, na Arena Barueri, ambos pelo Brasileirão. Depois, encara Emelec, no Equador, pela Libertadores, Juazeirense, em Barueri, pela Copa do Brasil, e Independiente Petrolero, na Bolívia, novamente pelo torneio continental do qual é o atual campeão. O Goiás encara o Avaí em Florianópolis na próxima rodada. O jogo será domingo.

Tadeu evitou com ao menos três defesas difíceis que o Palmeiras saísse na frente na primeira etapa. Especialmente nos primeiros minutos, os visitantes dominaram a partida. Tiveram volume de jogo, construíram suas principais oportunidades pela direita, com Dudu, e não desceram ao intervalo em vantagem graças mesmo ao goleiro esmeraldino. É um cenário que se repete a cada ano. A equipe goiana, geralmente frágil tecnicamente, vê Tadeu se destacar embaixo das traves desde 2019.

O Goiás se defendeu com competência e chegou uma vez ao ataque com perigo. Não marcou porque Weverton também brilhou ao defender a finalização de Apodi dentro da área. Os dois times sentiram o forte calor em Goiânia.

Se é um rival difícil de ser batido na Libertadores, na qual acumula recordes, o Palmeiras tem se mostrado frágil no Brasileirão. No segundo tempo, voltou desatento, seguiu com dificuldade para criar e levou um gol polêmico cedo que lhe deixou nervoso e o rival, à vontade.

Caio Vinicius abriu o placar para os goianos aos 11 minutos. Ele marcou aproveitando finalização de Pedro Raul. Mas antes de ir às redes, acertou Weverton, que reclamou de falta. O árbitro não foi ao monitor do VAR rever o lance e confirmou o gol.

GOIÁS 1 X 1 PALMEIRAS

GOIÁS – Tadeu; Apodi (Maguinho), Sidnei, Reynaldo e Hugo (Danilo Barcelos); Auremir (Da Silva), Caio, Fellipe Bastos e Diego; Pedro Raul (Renato Junior) e Dadá Belmonte. Técnico: Jair Ventura.

PALMEIRAS – Weverton, Marcos Rocha (Atuesta), Gómez, Murilo e Piquerez (Gustavo Scarpa); Danilo, Zé Rafael (Jailson) e Raphael Veiga; Dudu (Wesley), Gabriel Verón (Rony) e Rafael Navarro. Técnico: Abel Ferreira.

GOLS – Caio Vinícius, aos 11, e Rony, aos 51 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Braulio da Silva Machado (SC/Fifa)

CARTÕES AMARELOS – Pedro Raul, Dadá Belmonte, Fellipe Bastos e Danilo Barcelos

PÚBLICO E RENDA – Não disponíveis

LOCAL – Estádio Hailé Pinheiro

 

Palmeiras marca com Rony nos acréscimos e empata com o Goiás

A boa exibição do goleiro Tadeu, a incompetência nas finalizações e a falta de criatividade impediram que o Palmeiras vencesse seu primeiro jogo no Brasileirão. O time de Abel Ferreira, ao menos, evitou mais um revés ao encontrar seu gol contra o Goiás quase no último lance da partida e empatou por 1 a 1. Na abertura da segunda rodada do torneio neste sábado, os goianos marcaram com Caio Vinícius e o time paulista empatou com Rony aos 51 minutos da segunda etapa.

Derrotado pelo Ceará na estreia, o Palmeiras soma seu primeiro ponto no Brasileirão. Na Serrinha, o time paulista desperdiçou oportunidades no primeiro tempo, ficou nervoso com o ferrolho defensivo dos goianos, mas insistiu até achar ao menos o empate. O Goiás também somou seu primeiro ponto, já que havia sido superado pelo Coritiba na rodada inaugural.

O goleiro Tadeu, inspirado especialmente na primeira etapa, foi um dos protagonistas da partida em Goiânia. Pelo Palmeiras, alguns atletas demonstraram cansaço. Outros produziram menos do que estão acostumados. A equipe, mal na criação, abusou das bolas alçadas à área sem efetividade no segundo tempo, mas tentou de tudo até balançar as redes. No gol que levou, o time paulista reclamou de falta em Weverton.

O Palmeiras fez em Goiânia o seu primeiro jogo longe de casa em um período que vai durar 17 dias. Serão mais cinco partidas fora do Allianz Parque, que receberá shows e impedirá que o time mande dois de seus próximos jogos lá.

A maratona segue com duas pedreiras: o Flamengo, quarta, no Maracanã, e o dérbi com o Corinthians, sábado, na Arena Barueri, ambos pelo Brasileirão. Depois, encara Emelec, no Equador, pela Libertadores, Juazeirense, em Barueri, pela Copa do Brasil, e Independiente Petrolero, na Bolívia, novamente pelo torneio continental do qual é o atual campeão. O Goiás encara o Avaí em Florianópolis na próxima rodada. O jogo será domingo.

Tadeu evitou com ao menos três defesas difíceis que o Palmeiras saísse na frente na primeira etapa. Especialmente nos primeiros minutos, os visitantes dominaram a partida. Tiveram volume de jogo, construíram suas principais oportunidades pela direita, com Dudu, e não desceram ao intervalo em vantagem graças mesmo ao goleiro esmeraldino. É um cenário que se repete a cada ano. A equipe goiana, geralmente frágil tecnicamente, vê Tadeu se destacar embaixo das traves desde 2019.

O Goiás se defendeu com competência e chegou uma vez ao ataque com perigo. Não marcou porque Weverton também brilhou ao defender a finalização de Apodi dentro da área. Os dois times sentiram o forte calor em Goiânia.

Se é um rival difícil de ser batido na Libertadores, na qual acumula recordes, o Palmeiras tem se mostrado frágil no Brasileirão. No segundo tempo, voltou desatento, seguiu com dificuldade para criar e levou um gol polêmico cedo que lhe deixou nervoso e o rival, à vontade.

Caio Vinicius abriu o placar para os goianos aos 11 minutos. Ele marcou aproveitando finalização de Pedro Raul. Mas antes de ir às redes, acertou Weverton, que reclamou de falta. O árbitro não foi ao monitor do VAR rever o lance e confirmou o gol.

GOIÁS 1 X 1 PALMEIRAS

GOIÁS – Tadeu; Apodi (Maguinho), Sidnei, Reynaldo e Hugo (Danilo Barcelos); Auremir (Da Silva), Caio, Fellipe Bastos e Diego; Pedro Raul (Renato Junior) e Dadá Belmonte. Técnico: Jair Ventura.

PALMEIRAS – Weverton, Marcos Rocha (Atuesta), Gómez, Murilo e Piquerez (Gustavo Scarpa); Danilo, Zé Rafael (Jailson) e Raphael Veiga; Dudu (Wesley), Gabriel Verón (Rony) e Rafael Navarro. Técnico: Abel Ferreira.

GOLS – Caio Vinícius, aos 11, e Rony, aos 51 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Braulio da Silva Machado (SC/Fifa)

CARTÕES AMARELOS – Pedro Raul, Dadá Belmonte, Fellipe Bastos e Danilo Barcelos

PÚBLICO E RENDA – Não disponíveis

LOCAL – Estádio Hailé Pinheiro

 

Gostou da matéria? Siga @playvoxbr no Instagram para ver mais conteúdos CLICANDO AQUI

COMENTÁRIOS

COMPARTILHE

Matéria Anterior
Santos sofre, mas vira no fim e vence a U. Católica-EQU
Próxima Matéria
Cristiano Ronaldo anota hat-trick e narrador se empolga: ‘Ele quebra celular, ele crava, ele marca!’

+ NOTÍCIAS DE ESPORTES

Gostou da matéria? Siga @playvoxbr no Instagram para ver mais conteúdos CLICANDO AQUI

COMENTÁRIOS

COMPARTILHE

Matéria Anterior
Santos sofre, mas vira no fim e vence a U. Católica-EQU
Próxima Matéria
Cristiano Ronaldo anota hat-trick e narrador se empolga: ‘Ele quebra celular, ele crava, ele marca!’

+ NOTÍCIAS DE ESPORTES

Menu
error: Content is protected !!