Hamilton joga toalha sobre disputa por oitavo título: “Lutamos para entender carro”

Lewis Hamilton, de fato, não está nada feliz com a performance do W13 da Mercedes. O 14º lugar na corrida sprint deste sábado, 23, na Emília-Romanha, vencida por Max Verstappen, só corrobora com a situação periclitante vivida pelo heptacampeão mundial.

O britânico tentou se justificar o resultado ruim na prova e procurou dar força para os profissionais da fábrica da Mercedes. “Muito trabalho está acontecendo em segundo plano, temos dados para poder progredir. Estão todos de cabeça baixa, mas buscamos motivar a todos. Não acertamos este ano, mas todos estão dando o máximo possível para corrigir o carro”, disse Lewis.

Hamilton e Mercedes se desacostumaram a andar no pelotão intermediário da Fórmula 1, mas sabe que não é um cenário novo, relembrando os quatro anos (2010 a 2013) vividos pela equipe alemã antes de colher os frutos da glória por oito temporadas consecutivas.

“A equipe passou por muitos e muitos anos ruins. Então, a maioria das pessoas com quem trabalho no time está por aqui há mais de 20 anos, não é novidade. 2013, por exemplo, não foi uma grande temporada, mas depois ganhamos muito juntos”, falou.

Ao final da entrevista após a sprint, Hamilton deu o papo e confirmou onde a Mercedes vai brigar na temporada 2022 da F1. E não será no por título. “Lutamos para entender o carro, tentar melhorá-lo e progredir ao longo do ano, isso é tudo o que podemos esperar agora”.

Hamilton joga toalha sobre disputa por oitavo título: “Lutamos para entender carro”

Lewis Hamilton, de fato, não está nada feliz com a performance do W13 da Mercedes. O 14º lugar na corrida sprint deste sábado, 23, na Emília-Romanha, vencida por Max Verstappen, só corrobora com a situação periclitante vivida pelo heptacampeão mundial.

O britânico tentou se justificar o resultado ruim na prova e procurou dar força para os profissionais da fábrica da Mercedes. “Muito trabalho está acontecendo em segundo plano, temos dados para poder progredir. Estão todos de cabeça baixa, mas buscamos motivar a todos. Não acertamos este ano, mas todos estão dando o máximo possível para corrigir o carro”, disse Lewis.

Hamilton e Mercedes se desacostumaram a andar no pelotão intermediário da Fórmula 1, mas sabe que não é um cenário novo, relembrando os quatro anos (2010 a 2013) vividos pela equipe alemã antes de colher os frutos da glória por oito temporadas consecutivas.

“A equipe passou por muitos e muitos anos ruins. Então, a maioria das pessoas com quem trabalho no time está por aqui há mais de 20 anos, não é novidade. 2013, por exemplo, não foi uma grande temporada, mas depois ganhamos muito juntos”, falou.

Ao final da entrevista após a sprint, Hamilton deu o papo e confirmou onde a Mercedes vai brigar na temporada 2022 da F1. E não será no por título. “Lutamos para entender o carro, tentar melhorá-lo e progredir ao longo do ano, isso é tudo o que podemos esperar agora”.

Gostou da matéria? Siga @playvoxbr no Instagram para ver mais conteúdos CLICANDO AQUI

COMENTÁRIOS

COMPARTILHE

Matéria Anterior
Com cinco interrupções, Verstappen crava a pole para o GP da Emília-Romanha de F1
Próxima Matéria
Verstappen passa Leclerc no fim e vence sprint F1 em Ímola

+ NOTÍCIAS DE ESPORTES

Gostou da matéria? Siga @playvoxbr no Instagram para ver mais conteúdos CLICANDO AQUI

COMENTÁRIOS

COMPARTILHE

Matéria Anterior
Com cinco interrupções, Verstappen crava a pole para o GP da Emília-Romanha de F1
Próxima Matéria
Verstappen passa Leclerc no fim e vence sprint F1 em Ímola

+ NOTÍCIAS DE ESPORTES

Menu
error: Content is protected !!