CR7 marca, mas o United só empata com o Chelsea no Inglês

Em jogo isolado, Manchester United e Chelsea protagonizaram um clássico nesta quinta-feira. Em confronto antecipado pela 37ª rodada do Campeonato Inglês, as equipes empataram em 1 a 1.

Com o resultado, o time da casa continua na sexta colocação, com agora 57 pontos, e ainda sonha com uma vaga na próxima edição da Liga dos Campeões. Já seu adversário está na terceira posição, com 66 somados.

O jogo ficou marcado por diversos protestos, tanto antes quanto depois da bola rolar. O principal alvo da do United é a família Glazer, dona de 90% do clube.

Na arquibancada, algumas cadeiras estavam vazias também em manifesto contra os proprietários, que tomam conta dos Red Devils há 17 anos. Os torcedores entraram no estádio e sentaram nos lugares apenas no 17º minuto do duelo.

Enquanto o Chelsea entra em campo novamente neste domingo, o Manchester apenas na segunda-feira. O primeiro clube tem compromisso às 10 horas (de Brasília) contra o Everton, pelo Inglês. O segundo encara o Brentford às 16 horas pelo mesmo torneio.

Primeiro tempo

Os times começaram com um futebol morno, mas depois os times se soltaram e o Chelsea foi protagonista em perder gols.

De Gea foi o nome da primeira etapa. O goleiro salvou alguns perigos, principalmente nos lances em que Havertz ficou na cara do gol.

Cristiano Ronaldo foi quem deixou um frio na barriga dos torcedores do time da casa. Após mau corte da defesa do Chelsea, a bola sobrou para o português, que armou uma bicicleta mas mandou longe.

A partir da metade do tempo o time de Thomas Tuchel cresceu. O último grande lance da equipe foi com o camisa 29, que apareceu novamente na frente do gol. O atacante recebeu cruzamento certeiro na sua cabeça, mas o goleiro estava bem posicionado para defender.

Segundo tempo

Tudo que não foi muito visto nos primeiros 45 minutos, no segundo teve de sobra.O placar foi aberto aos 15 minutos e igualado em seguida.

Kante iniciou o ataque e passou para Azpilicueta. O zagueiro abriu para Reece James na direita, que cruzou para o meio da área. Havertz errou a cabeçada e a sobra ficou para Marcos Alonso, que pegou de primeira e estufou as redes.

Sem tempo para comemorar, o United reagiu surpreendentemente rápido. Em uma roubada de bola, Matic deu um passe para Cristiano Ronaldo, bem posicionado, de cavadinha. O português dominou e chutou cruzado para superar Mendy.

No fim, o elenco do Chelsea quase marca um golaço. Kanté lançou para Mount, que deu de letra para Reece James bater de primeira, mas a bola vai na trave e sai pela linha de fundo.

CR7 marca, mas o United só empata com o Chelsea no Inglês

Em jogo isolado, Manchester United e Chelsea protagonizaram um clássico nesta quinta-feira. Em confronto antecipado pela 37ª rodada do Campeonato Inglês, as equipes empataram em 1 a 1.

Com o resultado, o time da casa continua na sexta colocação, com agora 57 pontos, e ainda sonha com uma vaga na próxima edição da Liga dos Campeões. Já seu adversário está na terceira posição, com 66 somados.

O jogo ficou marcado por diversos protestos, tanto antes quanto depois da bola rolar. O principal alvo da do United é a família Glazer, dona de 90% do clube.

Na arquibancada, algumas cadeiras estavam vazias também em manifesto contra os proprietários, que tomam conta dos Red Devils há 17 anos. Os torcedores entraram no estádio e sentaram nos lugares apenas no 17º minuto do duelo.

Enquanto o Chelsea entra em campo novamente neste domingo, o Manchester apenas na segunda-feira. O primeiro clube tem compromisso às 10 horas (de Brasília) contra o Everton, pelo Inglês. O segundo encara o Brentford às 16 horas pelo mesmo torneio.

Primeiro tempo

Os times começaram com um futebol morno, mas depois os times se soltaram e o Chelsea foi protagonista em perder gols.

De Gea foi o nome da primeira etapa. O goleiro salvou alguns perigos, principalmente nos lances em que Havertz ficou na cara do gol.

Cristiano Ronaldo foi quem deixou um frio na barriga dos torcedores do time da casa. Após mau corte da defesa do Chelsea, a bola sobrou para o português, que armou uma bicicleta mas mandou longe.

A partir da metade do tempo o time de Thomas Tuchel cresceu. O último grande lance da equipe foi com o camisa 29, que apareceu novamente na frente do gol. O atacante recebeu cruzamento certeiro na sua cabeça, mas o goleiro estava bem posicionado para defender.

Segundo tempo

Tudo que não foi muito visto nos primeiros 45 minutos, no segundo teve de sobra.O placar foi aberto aos 15 minutos e igualado em seguida.

Kante iniciou o ataque e passou para Azpilicueta. O zagueiro abriu para Reece James na direita, que cruzou para o meio da área. Havertz errou a cabeçada e a sobra ficou para Marcos Alonso, que pegou de primeira e estufou as redes.

Sem tempo para comemorar, o United reagiu surpreendentemente rápido. Em uma roubada de bola, Matic deu um passe para Cristiano Ronaldo, bem posicionado, de cavadinha. O português dominou e chutou cruzado para superar Mendy.

No fim, o elenco do Chelsea quase marca um golaço. Kanté lançou para Mount, que deu de letra para Reece James bater de primeira, mas a bola vai na trave e sai pela linha de fundo.

Gostou da matéria? Siga @playvoxbr no Instagram para ver mais conteúdos CLICANDO AQUI

COMENTÁRIOS

COMPARTILHE

Matéria Anterior
Com show de Maycon, Corinthians vence o Boca e assume liderança do grupo na Libertadores
Próxima Matéria
Qual o tamanho da dívida do Corinthians? Entenda os valores e como é calculada

+ NOTÍCIAS DE ESPORTES

Gostou da matéria? Siga @playvoxbr no Instagram para ver mais conteúdos CLICANDO AQUI

COMENTÁRIOS

COMPARTILHE

Matéria Anterior
Com show de Maycon, Corinthians vence o Boca e assume liderança do grupo na Libertadores
Próxima Matéria
Qual o tamanho da dívida do Corinthians? Entenda os valores e como é calculada

+ NOTÍCIAS DE ESPORTES

Menu
error: Content is protected !!