Os Clássicos do Cinema que Completam 40 anos em 2022 – Mais DETONADOS pelo Público

Esse ano, uma nova leva de grandes filmes do cinema adicionam mais uma década a suas trajetórias comemorando 40 anos de suas estreias. Produções famosas e ainda muito queridas do grande público, consideradas atemporais e imortais. Filmes como Blade Runner – O Caçador de AndroidesE.T. – O ExtraterrestrePoltergeist – O FenômenoRambo – Programado para MatarRocky III – O Desafio SupremoConan – O BárbaroO Enigma de Outro MundoGandhi e Tron – Uma Odisseia Eletrônica. Isso, é claro, só para citar os principais. Mas a verdade é que em um ano, onde mais de uma centena de produções são lançadas, os que ficam verdadeiramente para a eternidade são apenas um punhado.

Os cinéfilos podem até se aprofundar um pouco mais (afinal assistir a filmes é o resumo de suas vidas), porém, em relação ao grande público nem tudo fica memorável. Afinal, quantos já ouviram falar ou lembram de filmes como A Melhor Casa Suspeita do TexasRaposa de FogoUm Cara Muito BaratinadoNa Calada da NoiteQuando Jovens se Tornam Adultos e Fronteira da Violência – todos filmes lançados no mesmo ano citado e relevantes na época, mas que terminaram caindo no esquecimento.

A verdade é que mesmo com todo elogio possível da crítica, ou desprezo, é o público quem dita o que fará sucesso, o que será esquecido e, variando as gerações, o que será redescoberto. Assim, nesta nova matéria dupla, a proposta é justamente averiguar quais dentre os clássicos do cinema que completam 40 anos em 2022, o grande público abraçou de vez e quais ele decidiu execrar. Começaremos com a parte de baixo da lista, com os clássicos mais detonados pelos fãs. Confira.

| Leia também: Os Clássicos do Cinema que Completam 40 anos em 2022 – Mais ADORADOS pelo Público

14 | Uma Mistura Especial

Uma Mistura Especial - Dublagem Telecine - YouTube

Abrindo a lista dos filmes, digamos, menos apreciados pelo grande público – todos com notas menores que 5 – temos essa comédia que usa uma premissa parecida com a de Mulher Nota Mil (1985) sem a mesma eficácia. A verdade é que comédias sobre adolescentes gênios são antigas, mas foram “aprimoradas” nos anos 80. Aqui, Scott Baio vive um estudante nerd que sofre um acidente num experimento e termina ganhando poderes telecinéticos (o sonho de todo menino). Ele usa seus novos dons para se vingar dos valentões – além, é claro, de levantar muitas saias das meninas.

13 | Sedução e Medo

Sedução e Medo ( 1982-01-29 ) | Peliplat

Suspense erótico de quinta categoria, é claro que esta produção figurou no Framboesa de Ouro de seu respectivo ano, com três indicações, duas para a protagonista Morgan Fairchild – pior atriz e pior revelação. No filme, Fairchild vive uma jornalista, âncora de um telejornal, que se vê alvo de um stalker obcecado por ela, que faz as maiores loucuras para assediar a mulher. Mas ela não sofre calada, de começo é vítima, mas depois resolve responder na mesma moeda, ao se armar com uma espingarda calibre 12 e mandar chumbo no sujeito.

12 | Wacko – Uma Comédia Maluca

Wacko (1982) | MUBI

Recentemente, fiz uma matéria falando sobre uma onda que tomou o cinema há quarenta anos: os filmes paródia de slashers. O sucesso dos filmes de terror adolescentes gerou inúmeras produções do gênero, mas geraram também as comédias que tiravam sarro de tudo. Muitas tão ruins quanto os filmes que parodiavam. Na lista, chega o primeiro exemplar, que não impressionou nem um pouco o público, e dele recebeu nota 4.9. Aqui, uma cidade é aterrorizada pelo possível retorno do “assassino do cortador de grama”, treze anos depois de seus ataques. O elenco conta com nomes como George KennedyJoe Don Baker e Andrew Dice Clay.

11 | Porky 3

Porky 3 / Losin' It – 1983 – (Legendado) DVDRemux + DVD Upscale 720p –  MemóriadaTV

Se engana quem pensa que na lista teremos apenas atores sumidos, falecidos ou que caíram no ostracismo como os citados acima. Se preparem para tentar não cair da cadeira, pois chega à lista ninguém menos do que o astro Tom Cruise. No ano em que se prepara para lançar Top Gun – MaverickCruise também “comemora” os quarenta anos de Losin’ It (no título original), um de seus primeiros trabalhos no cinema. Essa comédia sacana de Curtis Hanson (Los Angeles – Cidade Proibida) traz CruiseJackie Earle Haley e John Stockwell como adolescentes viajando para Tijuana no México a fim de tomar todas e farrear, na década de 1960. O mais curioso acerca desta produção e que nunca entendi foi seu título em português. O filme não faz parte da franquia Porky’s, e mesmo que os “jênios” que deram o título em português quisessem enganar o público fingindo se tratar de um longa da franquia, o segundo Porky’s só seria lançado em 1983. Realmente não dá para entender, já que esse tampouco é a terceira parte de um filme.

10 | A Trilha da Pantera Cor-de-Rosa

Prime Video: A trilha da pantera cor-de-rosa

A franquia A Pantera Cor-de-Rosa é um verdadeiro marco do cinema entretenimento de comédia, tendo estreado ainda em 1963, com o papel do atrapalhado Inspetor Jacques Clouseau imortalizado nas formas do icônico Peter Sellers. Daí a série seguiu para mais quatro filmes até 1978. Foi quando este sexto longa da franquia surgiu, gerando polêmica e merecendo ser caso de estudo de cara de pau em Hollywood. Acontece que o astro da franquia, o citado Peter Sellers faleceria em 1980, e o lançamento de A Trilha da Pantera Cor-de-Rosa ocorria há quarenta anos, em 1982… e contando com Sellers no elenco! Todas as cenas do ator no filme são na verdade imagens de arquivo e trechos deletados de outros longas anteriores. Não por menos, a viúva de Sellers processou a produção.

09 | Paraíso Azul

Enciclopédia de Cromos: Paraíso Azul (1982)

Por falar em cara de pau de produtores hollywoodianos, aqui os realizadores resolveram criar sua própria versão do sucesso A Lagoa Azul, lançado dois anos antes. Que tal se ao invés de dois jovens descobrindo o amor e a luxúria numa ilha deserta, tivéssemos dois jovens descobrindo o amor e a luxúria num Oásis do Oriente Médio. Paraíso Azul (apenas Paradise no original) sem dúvidas recebeu tal título aqui no Brasil para pegar carona no filme citado com Brooke Shields. Quem protagoniza aqui é a gracinha Phoebe Cates, que no mesmo ano ainda estrelaria em Picardias Estudantis e dois anos depois em seu maior sucesso, Gremlins.

08 | A Reunião dos Alunos Loucos

A Reunião dos Alunos Loucos Cena Original Você Não é Bonita - AdoroCinema

Mais um filme paródia dos terror slasher encontra lugar na lista. Esse com a pompa do roteiro de ninguém menos que John Hughes em início de carreira, antes de entregar grandes sucessos como Mulher Nota MilCurtindo a Vida Adoidado e Esqueceram de Mim. A comédia segue a narrativa da maioria dos filmes do gênero, mostrando a reunião de alunos de um colégio, onde um deles, que sofria nas mãos dos outros, resolve executar sua vingança – tudo, é claro, só uma desculpa para muitas piadas escrachadas. No elenco, o destaque fica com Anne Ramsey, a Mama Fratelli de Os Goonies, em participação como a cozinheira do colégio. A comédia tem nota 4.6 do público, uma das mais baixas daquele ano.

07 | Jogando com a Vida

Jogando com a Vida (Jinxed! 1982) – Quixotando

A veterana Bette Midler é um verdadeiro ícone do humor hollywoodiano, dona de grandes sucessos em sua filmografia nas décadas de 1980 e 1990, vide Por Favor, Matem Minha MulherCuidado com as GêmeasAbracadabra O Clube das Desquitadas. Mas o currículo da estrela não está livre de algumas verdadeiras bombas homéricas, como é o caso deste Jinxed (no título original). Na trama, Midler vive uma cantora de espetáculos em Las Vegas chamada Bonita, casada com um sujeito apostador (papel de Rip Torn). Ela conhece o crupiê Willie (Ken Wahl), tem um caso com ele, e decide eliminar o marido para coletar o seguro de vida. Surpreendentemente, a pseudo comédia tem direção de Don Siegel, mais acostumado a dirigir os filmes de ação de Clint Eastwood, como Dirty Harry e Alcatraz – Fuga Impossível. Esse foi o último filme dirigido por Siegel, que recebeu nota 4.6 do público.

06 | Grease 2 – Os Tempos da Brilhantina Voltaram

Crítica | Grease 2: Os Tempos da Brilhantina Voltaram - Plano Crítico |  Grease movie, Movie kisses, Grease 2

É sério! Talvez muitos não saibam, mas eles fizeram a continuação do sucesso Grease – Nos Tempos da Brilhantina, musical que imortalizou John Travolta e Olivia Newton-John nos corações dos fãs. É claro que a dupla de astros não quis saber minimamente desta continuação e se mantiveram bem afastados da produção. Por outro lado, o longa marcaria um dos primeiros trabalhos nas telonas de uma certa Michelle Pfeiffer no papel protagonista. Mesmo com uma interessante subversão – agora é Pfeiffer a líder de uma gangue de mulheres que se interessa por um sujeito certinho, o estudante britânico Michael (Maxwell Caufield) – e a direção de uma mulher desta vez (Patricia Birch), o filme falhou em agradar os fãs e obteve nota 4.4 do público. Hoje, porém, Grease 2 é considerado um item cult.

05 | Parasita 3D

Parasitas" está cheio de mensagens escondidas (que vão mudar a forma como  vês o filme)

Calma, não estamos falando do filme coreano vencedor do Oscar em 2020, transferido para efeitos em 3D a fim de servir como caça-níquel. Este aqui é outro Parasita, que completa quarenta anos em 2022. Trata-se de um filme de terror e ficção científica, estrelado pela musa Demi Moore então bem novinha, em seu segundo filme para o cinema. Passado no futuro, no ano de 1992 (?!), o roteiro nada mais é do que uma cópia deslavada de Alien – O Oitavo Passageiro, onde cientistas desenvolveram um super parasita que invade os corpos de seus hospedeiros, os matando de dentro para fora. Essa era a segunda onda dos filmes em 3D no cinema e Parasita foi um dos que se utilizaram do artifício. A própria Demi Moore, em entrevista de 2019, disse que esse foi o pior filme que estrelou em sua carreira. O longa tem nota 3.9 do público.

04 | Uma Voz para Milhões

Uma Voz para Milhões - 24 de Setembro de 1982 | Filmow

Esta “comédia” musical foi um dos filmes “felizardos” a receber indicações ao pior do cinema, o Framboesa de Ouro. Mas acontece que o longa também foi lembrado para o melhor da sétima arte, com indicações ao Globo de Ouro e até mesmo o Oscar, nas categorias de melhor canção. Quem estrela é nenhum outro senão o tenor Luciano Pavarotti no papel de Giorgio, um famoso cantor de ópera que inesperadamente perde sua voz durante uma turnê nos EUA, precisando recorrer a uma médica especialista (Kathryn Harrold), com quem desenvolve uma história de amor. Uma Voz para Milhões foi indicado aos Framboesas de pior roteiro, e pior ator e revelação para Pavarotti. O filme tem nota 3.8 do público, sendo uma das menores do ano.

03 | O Esquadrão do Terror

Mega Force: O Esquadrão do Terror - 25 de Junho de 1982 | Filmow

Agora chegamos ao pódio, no Top 3 dos piores filmes que completam quarenta anos em 2022, na opinião do grande público. Com medalha de bronze em terceiro lugar temos este misto de ação e ficção científica, que é um verdadeiro “campeão” de indicações no Framboesa de Ouro de seu respectivo ano. Nomeado para pior filme, diretor e ator coadjuvante, o longa tenta ser Mad Max, mas não acerta o alvo – contando sobre um grupo de elite intitulado Megaforce (o título original do filme), que tem o comando de Ace Hunter (Barry Bostwick) e é chamado sempre que a liberdade no futuro é ameaçada por terroristas. Obviamente, Ace Hunter era para ter se tornado um personagem icônico na cultura pop, mas passou bem longe disso. Seria interessante ver algum produtor talentoso retrabalhando o produto da forma certa nos tempos de hoje, quem sabe na forma de uma série de TV do nível WestworldO Esquadrão do Terror tem nota 3.6 do público.

02 | Movie Madness

Movie Madness Video

A revista National Lampoon era um famoso escracho que fez muito sucesso na década de 1970 e que inspirou concorrentes igualmente célebres como a MAD, por exemplo. Assim, a empresa ainda no fim da década de 70 resolveu dar o passo além e começou a produzir seus próprios filmes. A estreia neste novo ramo foi com o pé direito, com seu primeiro longa, a comédia cult Animal House – Clube dos Cafajestes (1978). Porém, suas próximas duas produções seriam lançadas há quarenta anos, e ambas foram fiascos de crítica e público. Já vimos aqui na lista o filme A Reunião dos Alunos Loucos, paródia slasher com o selo National Lampoon. E agora chega o segundo, este Movie Madness, que satiriza três gêneros em um longa dividido em três histórias: dramas sobre superação, novelas dramalhões e tramas policiais. Ainda bem que a produtora se recuperaria com a franquia Férias Frustradas em 1983. Movies Madness tem nota 3.1 do público, e se encontra como o segundo pior filme daquele ano.

01 | Trapalhões do Futuro

Trapalhões do Futuro - Filme 1982 - AdoroCinema

A medalha de ouro ficou mesmo para esta comédia, considerada pelo grande público como o pior filme de quarenta anos atrás no cinema. Para a lista resolvemos incluir somente filmes que tivessem algum prestígio, fosse grandes nomes protagonizando, realizadores de prestígio atrás das câmeras ou um grande estúdio bancando tudo. Afinal, uma produção de fundo de quintal não terá a mesma verba e automaticamente será considerada de baixa qualidade. Assim escolhemos apenas produções de certo prestígio para figurar aqui. E esta em particular é estrelada por ninguém menos do que o gênio da comédia Jerry Lewis. O humorista será para sempre imortalizado por filmes como O Professor Aloprado original, mas aqui resolveu surfar na onda dos filmes paródia e satirizar sucessos como Contatos Imediatos do Terceiro Grau. Na trama, Lewis e Madeline Kahn vivem um casal rico e elegante, que dão à luz a gêmeos muito estranhos, interpretados pelos mesmos Jerry Lewis e Madeline Kahn. Os pais descobrem que seus filhos na verdade são alienígenas, que quando juntam suas cabeças se tornam as crianças mais inteligentes do mundo. Um grande WTF para o filme – que recebeu nota 2.5 do grande público.

Os Clássicos do Cinema que Completam 40 anos em 2022 – Mais DETONADOS pelo Público

Esse ano, uma nova leva de grandes filmes do cinema adicionam mais uma década a suas trajetórias comemorando 40 anos de suas estreias. Produções famosas e ainda muito queridas do grande público, consideradas atemporais e imortais. Filmes como Blade Runner – O Caçador de AndroidesE.T. – O ExtraterrestrePoltergeist – O FenômenoRambo – Programado para MatarRocky III – O Desafio SupremoConan – O BárbaroO Enigma de Outro MundoGandhi e Tron – Uma Odisseia Eletrônica. Isso, é claro, só para citar os principais. Mas a verdade é que em um ano, onde mais de uma centena de produções são lançadas, os que ficam verdadeiramente para a eternidade são apenas um punhado.

Os cinéfilos podem até se aprofundar um pouco mais (afinal assistir a filmes é o resumo de suas vidas), porém, em relação ao grande público nem tudo fica memorável. Afinal, quantos já ouviram falar ou lembram de filmes como A Melhor Casa Suspeita do TexasRaposa de FogoUm Cara Muito BaratinadoNa Calada da NoiteQuando Jovens se Tornam Adultos e Fronteira da Violência – todos filmes lançados no mesmo ano citado e relevantes na época, mas que terminaram caindo no esquecimento.

A verdade é que mesmo com todo elogio possível da crítica, ou desprezo, é o público quem dita o que fará sucesso, o que será esquecido e, variando as gerações, o que será redescoberto. Assim, nesta nova matéria dupla, a proposta é justamente averiguar quais dentre os clássicos do cinema que completam 40 anos em 2022, o grande público abraçou de vez e quais ele decidiu execrar. Começaremos com a parte de baixo da lista, com os clássicos mais detonados pelos fãs. Confira.

| Leia também: Os Clássicos do Cinema que Completam 40 anos em 2022 – Mais ADORADOS pelo Público

14 | Uma Mistura Especial

Uma Mistura Especial - Dublagem Telecine - YouTube

Abrindo a lista dos filmes, digamos, menos apreciados pelo grande público – todos com notas menores que 5 – temos essa comédia que usa uma premissa parecida com a de Mulher Nota Mil (1985) sem a mesma eficácia. A verdade é que comédias sobre adolescentes gênios são antigas, mas foram “aprimoradas” nos anos 80. Aqui, Scott Baio vive um estudante nerd que sofre um acidente num experimento e termina ganhando poderes telecinéticos (o sonho de todo menino). Ele usa seus novos dons para se vingar dos valentões – além, é claro, de levantar muitas saias das meninas.

13 | Sedução e Medo

Sedução e Medo ( 1982-01-29 ) | Peliplat

Suspense erótico de quinta categoria, é claro que esta produção figurou no Framboesa de Ouro de seu respectivo ano, com três indicações, duas para a protagonista Morgan Fairchild – pior atriz e pior revelação. No filme, Fairchild vive uma jornalista, âncora de um telejornal, que se vê alvo de um stalker obcecado por ela, que faz as maiores loucuras para assediar a mulher. Mas ela não sofre calada, de começo é vítima, mas depois resolve responder na mesma moeda, ao se armar com uma espingarda calibre 12 e mandar chumbo no sujeito.

12 | Wacko – Uma Comédia Maluca

Wacko (1982) | MUBI

Recentemente, fiz uma matéria falando sobre uma onda que tomou o cinema há quarenta anos: os filmes paródia de slashers. O sucesso dos filmes de terror adolescentes gerou inúmeras produções do gênero, mas geraram também as comédias que tiravam sarro de tudo. Muitas tão ruins quanto os filmes que parodiavam. Na lista, chega o primeiro exemplar, que não impressionou nem um pouco o público, e dele recebeu nota 4.9. Aqui, uma cidade é aterrorizada pelo possível retorno do “assassino do cortador de grama”, treze anos depois de seus ataques. O elenco conta com nomes como George KennedyJoe Don Baker e Andrew Dice Clay.

11 | Porky 3

Porky 3 / Losin' It – 1983 – (Legendado) DVDRemux + DVD Upscale 720p –  MemóriadaTV

Se engana quem pensa que na lista teremos apenas atores sumidos, falecidos ou que caíram no ostracismo como os citados acima. Se preparem para tentar não cair da cadeira, pois chega à lista ninguém menos do que o astro Tom Cruise. No ano em que se prepara para lançar Top Gun – MaverickCruise também “comemora” os quarenta anos de Losin’ It (no título original), um de seus primeiros trabalhos no cinema. Essa comédia sacana de Curtis Hanson (Los Angeles – Cidade Proibida) traz CruiseJackie Earle Haley e John Stockwell como adolescentes viajando para Tijuana no México a fim de tomar todas e farrear, na década de 1960. O mais curioso acerca desta produção e que nunca entendi foi seu título em português. O filme não faz parte da franquia Porky’s, e mesmo que os “jênios” que deram o título em português quisessem enganar o público fingindo se tratar de um longa da franquia, o segundo Porky’s só seria lançado em 1983. Realmente não dá para entender, já que esse tampouco é a terceira parte de um filme.

10 | A Trilha da Pantera Cor-de-Rosa

Prime Video: A trilha da pantera cor-de-rosa

A franquia A Pantera Cor-de-Rosa é um verdadeiro marco do cinema entretenimento de comédia, tendo estreado ainda em 1963, com o papel do atrapalhado Inspetor Jacques Clouseau imortalizado nas formas do icônico Peter Sellers. Daí a série seguiu para mais quatro filmes até 1978. Foi quando este sexto longa da franquia surgiu, gerando polêmica e merecendo ser caso de estudo de cara de pau em Hollywood. Acontece que o astro da franquia, o citado Peter Sellers faleceria em 1980, e o lançamento de A Trilha da Pantera Cor-de-Rosa ocorria há quarenta anos, em 1982… e contando com Sellers no elenco! Todas as cenas do ator no filme são na verdade imagens de arquivo e trechos deletados de outros longas anteriores. Não por menos, a viúva de Sellers processou a produção.

09 | Paraíso Azul

Enciclopédia de Cromos: Paraíso Azul (1982)

Por falar em cara de pau de produtores hollywoodianos, aqui os realizadores resolveram criar sua própria versão do sucesso A Lagoa Azul, lançado dois anos antes. Que tal se ao invés de dois jovens descobrindo o amor e a luxúria numa ilha deserta, tivéssemos dois jovens descobrindo o amor e a luxúria num Oásis do Oriente Médio. Paraíso Azul (apenas Paradise no original) sem dúvidas recebeu tal título aqui no Brasil para pegar carona no filme citado com Brooke Shields. Quem protagoniza aqui é a gracinha Phoebe Cates, que no mesmo ano ainda estrelaria em Picardias Estudantis e dois anos depois em seu maior sucesso, Gremlins.

08 | A Reunião dos Alunos Loucos

A Reunião dos Alunos Loucos Cena Original Você Não é Bonita - AdoroCinema

Mais um filme paródia dos terror slasher encontra lugar na lista. Esse com a pompa do roteiro de ninguém menos que John Hughes em início de carreira, antes de entregar grandes sucessos como Mulher Nota MilCurtindo a Vida Adoidado e Esqueceram de Mim. A comédia segue a narrativa da maioria dos filmes do gênero, mostrando a reunião de alunos de um colégio, onde um deles, que sofria nas mãos dos outros, resolve executar sua vingança – tudo, é claro, só uma desculpa para muitas piadas escrachadas. No elenco, o destaque fica com Anne Ramsey, a Mama Fratelli de Os Goonies, em participação como a cozinheira do colégio. A comédia tem nota 4.6 do público, uma das mais baixas daquele ano.

07 | Jogando com a Vida

Jogando com a Vida (Jinxed! 1982) – Quixotando

A veterana Bette Midler é um verdadeiro ícone do humor hollywoodiano, dona de grandes sucessos em sua filmografia nas décadas de 1980 e 1990, vide Por Favor, Matem Minha MulherCuidado com as GêmeasAbracadabra O Clube das Desquitadas. Mas o currículo da estrela não está livre de algumas verdadeiras bombas homéricas, como é o caso deste Jinxed (no título original). Na trama, Midler vive uma cantora de espetáculos em Las Vegas chamada Bonita, casada com um sujeito apostador (papel de Rip Torn). Ela conhece o crupiê Willie (Ken Wahl), tem um caso com ele, e decide eliminar o marido para coletar o seguro de vida. Surpreendentemente, a pseudo comédia tem direção de Don Siegel, mais acostumado a dirigir os filmes de ação de Clint Eastwood, como Dirty Harry e Alcatraz – Fuga Impossível. Esse foi o último filme dirigido por Siegel, que recebeu nota 4.6 do público.

06 | Grease 2 – Os Tempos da Brilhantina Voltaram

Crítica | Grease 2: Os Tempos da Brilhantina Voltaram - Plano Crítico |  Grease movie, Movie kisses, Grease 2

É sério! Talvez muitos não saibam, mas eles fizeram a continuação do sucesso Grease – Nos Tempos da Brilhantina, musical que imortalizou John Travolta e Olivia Newton-John nos corações dos fãs. É claro que a dupla de astros não quis saber minimamente desta continuação e se mantiveram bem afastados da produção. Por outro lado, o longa marcaria um dos primeiros trabalhos nas telonas de uma certa Michelle Pfeiffer no papel protagonista. Mesmo com uma interessante subversão – agora é Pfeiffer a líder de uma gangue de mulheres que se interessa por um sujeito certinho, o estudante britânico Michael (Maxwell Caufield) – e a direção de uma mulher desta vez (Patricia Birch), o filme falhou em agradar os fãs e obteve nota 4.4 do público. Hoje, porém, Grease 2 é considerado um item cult.

05 | Parasita 3D

Parasitas" está cheio de mensagens escondidas (que vão mudar a forma como  vês o filme)

Calma, não estamos falando do filme coreano vencedor do Oscar em 2020, transferido para efeitos em 3D a fim de servir como caça-níquel. Este aqui é outro Parasita, que completa quarenta anos em 2022. Trata-se de um filme de terror e ficção científica, estrelado pela musa Demi Moore então bem novinha, em seu segundo filme para o cinema. Passado no futuro, no ano de 1992 (?!), o roteiro nada mais é do que uma cópia deslavada de Alien – O Oitavo Passageiro, onde cientistas desenvolveram um super parasita que invade os corpos de seus hospedeiros, os matando de dentro para fora. Essa era a segunda onda dos filmes em 3D no cinema e Parasita foi um dos que se utilizaram do artifício. A própria Demi Moore, em entrevista de 2019, disse que esse foi o pior filme que estrelou em sua carreira. O longa tem nota 3.9 do público.

04 | Uma Voz para Milhões

Uma Voz para Milhões - 24 de Setembro de 1982 | Filmow

Esta “comédia” musical foi um dos filmes “felizardos” a receber indicações ao pior do cinema, o Framboesa de Ouro. Mas acontece que o longa também foi lembrado para o melhor da sétima arte, com indicações ao Globo de Ouro e até mesmo o Oscar, nas categorias de melhor canção. Quem estrela é nenhum outro senão o tenor Luciano Pavarotti no papel de Giorgio, um famoso cantor de ópera que inesperadamente perde sua voz durante uma turnê nos EUA, precisando recorrer a uma médica especialista (Kathryn Harrold), com quem desenvolve uma história de amor. Uma Voz para Milhões foi indicado aos Framboesas de pior roteiro, e pior ator e revelação para Pavarotti. O filme tem nota 3.8 do público, sendo uma das menores do ano.

03 | O Esquadrão do Terror

Mega Force: O Esquadrão do Terror - 25 de Junho de 1982 | Filmow

Agora chegamos ao pódio, no Top 3 dos piores filmes que completam quarenta anos em 2022, na opinião do grande público. Com medalha de bronze em terceiro lugar temos este misto de ação e ficção científica, que é um verdadeiro “campeão” de indicações no Framboesa de Ouro de seu respectivo ano. Nomeado para pior filme, diretor e ator coadjuvante, o longa tenta ser Mad Max, mas não acerta o alvo – contando sobre um grupo de elite intitulado Megaforce (o título original do filme), que tem o comando de Ace Hunter (Barry Bostwick) e é chamado sempre que a liberdade no futuro é ameaçada por terroristas. Obviamente, Ace Hunter era para ter se tornado um personagem icônico na cultura pop, mas passou bem longe disso. Seria interessante ver algum produtor talentoso retrabalhando o produto da forma certa nos tempos de hoje, quem sabe na forma de uma série de TV do nível WestworldO Esquadrão do Terror tem nota 3.6 do público.

02 | Movie Madness

Movie Madness Video

A revista National Lampoon era um famoso escracho que fez muito sucesso na década de 1970 e que inspirou concorrentes igualmente célebres como a MAD, por exemplo. Assim, a empresa ainda no fim da década de 70 resolveu dar o passo além e começou a produzir seus próprios filmes. A estreia neste novo ramo foi com o pé direito, com seu primeiro longa, a comédia cult Animal House – Clube dos Cafajestes (1978). Porém, suas próximas duas produções seriam lançadas há quarenta anos, e ambas foram fiascos de crítica e público. Já vimos aqui na lista o filme A Reunião dos Alunos Loucos, paródia slasher com o selo National Lampoon. E agora chega o segundo, este Movie Madness, que satiriza três gêneros em um longa dividido em três histórias: dramas sobre superação, novelas dramalhões e tramas policiais. Ainda bem que a produtora se recuperaria com a franquia Férias Frustradas em 1983. Movies Madness tem nota 3.1 do público, e se encontra como o segundo pior filme daquele ano.

01 | Trapalhões do Futuro

Trapalhões do Futuro - Filme 1982 - AdoroCinema

A medalha de ouro ficou mesmo para esta comédia, considerada pelo grande público como o pior filme de quarenta anos atrás no cinema. Para a lista resolvemos incluir somente filmes que tivessem algum prestígio, fosse grandes nomes protagonizando, realizadores de prestígio atrás das câmeras ou um grande estúdio bancando tudo. Afinal, uma produção de fundo de quintal não terá a mesma verba e automaticamente será considerada de baixa qualidade. Assim escolhemos apenas produções de certo prestígio para figurar aqui. E esta em particular é estrelada por ninguém menos do que o gênio da comédia Jerry Lewis. O humorista será para sempre imortalizado por filmes como O Professor Aloprado original, mas aqui resolveu surfar na onda dos filmes paródia e satirizar sucessos como Contatos Imediatos do Terceiro Grau. Na trama, Lewis e Madeline Kahn vivem um casal rico e elegante, que dão à luz a gêmeos muito estranhos, interpretados pelos mesmos Jerry Lewis e Madeline Kahn. Os pais descobrem que seus filhos na verdade são alienígenas, que quando juntam suas cabeças se tornam as crianças mais inteligentes do mundo. Um grande WTF para o filme – que recebeu nota 2.5 do grande público.

Gostou da matéria? Siga @playvoxbr no Instagram para ver mais conteúdos CLICANDO AQUI

COMENTÁRIOS

COMPARTILHE

Matéria Anterior
‘O Matador’: Remake de John Woo será lançado pelo Peacock em 2023
Próxima Matéria
Nova versão de Um Maluco no Pedaço se torna a série mais assistida de streaming

+ CINEMA E STREAMING

Gostou da matéria? Siga @playvoxbr no Instagram para ver mais conteúdos CLICANDO AQUI

COMENTÁRIOS

COMPARTILHE

Matéria Anterior
‘O Matador’: Remake de John Woo será lançado pelo Peacock em 2023
Próxima Matéria
Nova versão de Um Maluco no Pedaço se torna a série mais assistida de streaming

+ NOTÍCIAS DE CINEMA E STREAMING

Menu
error: Content is protected !!