Filme do Coyote é cortado dos lançamentos da Warner Bros. e levanta suspeitas

Uma pequena mudança na programação de lançamentos da Warner Bros. levantou suspeitas de que live-action híbrido com CGI, Coyote Vs. Acme, pode não chegar a ser produzido, apesar de seu diretor e elenco de renome.

O estúdio anunciou algumas alterações de datas de estreia de seus atuais projetos, entre elasa inclusão do filme Barbie, protagonizado por Margot Robbie, no dia 21 de julho de 2023, retirando o projeto que contaria com produção de James Gunn da programação.

Apesar da mudança parecer ter mais a ver com o live-action da famosa boneca, do que com o do personagem de Looney Tunes, o fato de a WB ter deixado Coyote Vs. Acme com status de não programado pode acabar se tornando uma péssima notícia para os envolvidos no projeto.

Coyote em Looney Tunes (Reprodução)

Segundo o que foi divulgado sobre o filme até o momento, ele acompanharia Coyote em um processo judicial que ele resolve mover contra a Acme nos tribunais, devido a todos os produtos defeituosos, que falharam em seu uso, durante sua caça ao Papa-Léguas.

Além de James Gunn como produtor, a equipe de produção do longa é formada por Dave Green como diretor e Samy Burch como co-roteirista ao lado de Gunn.

O elenco já contava com John Cena como o representante da Acme nos tribunais, Will Forte dando vida ao advogado do Coyote no processo e Lana Condor em uma papel não revelado.

Quando foi revelado como parte do cast do live-action híbrido, Cena comentou sobre o novo personagem, ressaltando adorar ter a oportunidade de diversificar ainda mais seus papéis.

   Cara, eu sou muito afortunado porque é um papel diferente para mim, então eu mal posso esperar. Eu sou capaz de fazer um filme menor chamado The Independent, que é um papel diferente para mim, e Pacificador tem sido um papel totalmente diferente para mim. Muitos membros da plateia têm uma perspectiva diferente do que posso oferecer e essa é uma colina muito difícil de escalar. Coyote Vs. Acme é uma dessas situações. Estou muito feliz que a Warner Bros. me deu outra oportunidade de me envolver em um papel diferente para mim e espero que tenha o mesmo resultado que o Pacificador. Será uma chance de aprimorar meu ofício em algo um pouco diferente. Estou muito animado por isso”, ele garantiu à revista americana Entertainment Weekly na época.

Filme do Coyote é cortado dos lançamentos da Warner Bros. e levanta suspeitas

Uma pequena mudança na programação de lançamentos da Warner Bros. levantou suspeitas de que live-action híbrido com CGI, Coyote Vs. Acme, pode não chegar a ser produzido, apesar de seu diretor e elenco de renome.

O estúdio anunciou algumas alterações de datas de estreia de seus atuais projetos, entre elasa inclusão do filme Barbie, protagonizado por Margot Robbie, no dia 21 de julho de 2023, retirando o projeto que contaria com produção de James Gunn da programação.

Apesar da mudança parecer ter mais a ver com o live-action da famosa boneca, do que com o do personagem de Looney Tunes, o fato de a WB ter deixado Coyote Vs. Acme com status de não programado pode acabar se tornando uma péssima notícia para os envolvidos no projeto.

Coyote em Looney Tunes (Reprodução)

Segundo o que foi divulgado sobre o filme até o momento, ele acompanharia Coyote em um processo judicial que ele resolve mover contra a Acme nos tribunais, devido a todos os produtos defeituosos, que falharam em seu uso, durante sua caça ao Papa-Léguas.

Além de James Gunn como produtor, a equipe de produção do longa é formada por Dave Green como diretor e Samy Burch como co-roteirista ao lado de Gunn.

O elenco já contava com John Cena como o representante da Acme nos tribunais, Will Forte dando vida ao advogado do Coyote no processo e Lana Condor em uma papel não revelado.

Quando foi revelado como parte do cast do live-action híbrido, Cena comentou sobre o novo personagem, ressaltando adorar ter a oportunidade de diversificar ainda mais seus papéis.

   Cara, eu sou muito afortunado porque é um papel diferente para mim, então eu mal posso esperar. Eu sou capaz de fazer um filme menor chamado The Independent, que é um papel diferente para mim, e Pacificador tem sido um papel totalmente diferente para mim. Muitos membros da plateia têm uma perspectiva diferente do que posso oferecer e essa é uma colina muito difícil de escalar. Coyote Vs. Acme é uma dessas situações. Estou muito feliz que a Warner Bros. me deu outra oportunidade de me envolver em um papel diferente para mim e espero que tenha o mesmo resultado que o Pacificador. Será uma chance de aprimorar meu ofício em algo um pouco diferente. Estou muito animado por isso”, ele garantiu à revista americana Entertainment Weekly na época.

Gostou da matéria? Siga @playvoxbr no Instagram para ver mais conteúdos CLICANDO AQUI

COMENTÁRIOS

COMPARTILHE

Matéria Anterior
Shazam 2 muda data de estreia por causa de outro blockbuster
Próxima Matéria
Reacher | Personagens queridos podem não voltar em 2ª temporada

+ CINEMA E STREAMING

Gostou da matéria? Siga @playvoxbr no Instagram para ver mais conteúdos CLICANDO AQUI

COMENTÁRIOS

COMPARTILHE

Matéria Anterior
Shazam 2 muda data de estreia por causa de outro blockbuster
Próxima Matéria
Reacher | Personagens queridos podem não voltar em 2ª temporada

+ NOTÍCIAS DE CINEMA E STREAMING

Menu
error: Content is protected !!