Acusada de mentir no tribunal, Amber Heard pode enfrentar outro processo

Além do processo envolvendo o ex-marido, Johnny Depp, parece que Amber Heard ainda tem outro problema para resolver na justiça.

Autoridades australianas afirmam que a atriz pode ter cometido crime de perjúrio (mentir diante de juramento a uma autoridade) quando foi acusada de levar seus cães, de maneira ilegal, à Austrália em 2015.

Ela entrou com os animais em um jato particular sem obter permissão e não manteve os cães pelo menos 10 dias em quarentena, o que é uma exigência local, conforme relata o site Radar Online.

Seu advogado, entretanto, argumentou que ela acreditava que a papelada para os cães já estava resolvida antes do caso ser encerrado.

Na última quarta-feira (11), o Departamento de Agricultura, Água e Meio Ambiente (DAWE) da Austrália disse à Newsweek que ainda está investigando alegações de perjúrio.

O motivo é que depois que o ex-gerente imobiliário de Johnny Depp, Kevin Murphy, testemunhou no processo envolvendo o jornal The Sun, em 2020, Heard teria pedido que ele mentisse diante do juiz.

Amber Heard em julgamento nos Estados Unidos

     Ela queria que eu dissesse essencialmente que era minha culpa, de uma forma ou de outra sobre a papelada, para que eu pudesse assumir a culpa por ela”, disse Murphy, levando a especulações de que ela também poderia ser acusada de suborno de perjúrio, que envolve induzir alguém a fornecer falso testemunho.

O advogado da, entretanto, criticou que mais uma investigação esteja sendo aberta contra ela, argumentando que é inadmissível que uma mulher que já está enfrentando um processo envolvendo violência doméstica ainda tenha que passar por isso.

  É realmente inconcebível, e estamos confiantes de que não é verdade, que o governo australiano ou o FBI adotariam uma política de perseguir e vitimizar uma pessoa que já está enfrentando um processo como vítima de violência doméstica.”

Johnny Depp e Amber Heard estão agora envolvidos em uma completa guerra judicial envolvendo 100 milhões de dólares em decorrência de um editorial de 2018 que ela fez para o Washington Post, afirmando que sofria violência doméstica quando estava com Depp.

Depp entrou com uma ação de 50 milhões de dólares em resposta, alegando que isso manchou sua reputação e lhe custou contratos com filmes. Ela respondeu com um processo de 100 milhões dólares, mantendo suas reivindicações.

Acusada de mentir no tribunal, Amber Heard pode enfrentar outro processo

Além do processo envolvendo o ex-marido, Johnny Depp, parece que Amber Heard ainda tem outro problema para resolver na justiça.

Autoridades australianas afirmam que a atriz pode ter cometido crime de perjúrio (mentir diante de juramento a uma autoridade) quando foi acusada de levar seus cães, de maneira ilegal, à Austrália em 2015.

Ela entrou com os animais em um jato particular sem obter permissão e não manteve os cães pelo menos 10 dias em quarentena, o que é uma exigência local, conforme relata o site Radar Online.

Seu advogado, entretanto, argumentou que ela acreditava que a papelada para os cães já estava resolvida antes do caso ser encerrado.

Na última quarta-feira (11), o Departamento de Agricultura, Água e Meio Ambiente (DAWE) da Austrália disse à Newsweek que ainda está investigando alegações de perjúrio.

O motivo é que depois que o ex-gerente imobiliário de Johnny Depp, Kevin Murphy, testemunhou no processo envolvendo o jornal The Sun, em 2020, Heard teria pedido que ele mentisse diante do juiz.

Amber Heard em julgamento nos Estados Unidos

     Ela queria que eu dissesse essencialmente que era minha culpa, de uma forma ou de outra sobre a papelada, para que eu pudesse assumir a culpa por ela”, disse Murphy, levando a especulações de que ela também poderia ser acusada de suborno de perjúrio, que envolve induzir alguém a fornecer falso testemunho.

O advogado da, entretanto, criticou que mais uma investigação esteja sendo aberta contra ela, argumentando que é inadmissível que uma mulher que já está enfrentando um processo envolvendo violência doméstica ainda tenha que passar por isso.

  É realmente inconcebível, e estamos confiantes de que não é verdade, que o governo australiano ou o FBI adotariam uma política de perseguir e vitimizar uma pessoa que já está enfrentando um processo como vítima de violência doméstica.”

Johnny Depp e Amber Heard estão agora envolvidos em uma completa guerra judicial envolvendo 100 milhões de dólares em decorrência de um editorial de 2018 que ela fez para o Washington Post, afirmando que sofria violência doméstica quando estava com Depp.

Depp entrou com uma ação de 50 milhões de dólares em resposta, alegando que isso manchou sua reputação e lhe custou contratos com filmes. Ela respondeu com um processo de 100 milhões dólares, mantendo suas reivindicações.

Gostou da matéria? Siga @playvoxbr no Instagram para ver mais conteúdos CLICANDO AQUI

COMENTÁRIOS

COMPARTILHE

Matéria Anterior
Disney+ segue Netflix e Prime, e também pode aumentar preço
Próxima Matéria
Os filmes de terror que marcaram a infância de quem tá chegando nos 40 anos

+ CINEMA E STREAMING

Gostou da matéria? Siga @playvoxbr no Instagram para ver mais conteúdos CLICANDO AQUI

COMENTÁRIOS

COMPARTILHE

Matéria Anterior
Disney+ segue Netflix e Prime, e também pode aumentar preço
Próxima Matéria
Os filmes de terror que marcaram a infância de quem tá chegando nos 40 anos

+ NOTÍCIAS DE CINEMA E STREAMING

Menu
error: Content is protected !!